Bolsonaro promete acabar com sigilo de atos e contratos de bancos públicos

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, iniciou seu mandato visando uma gestão transparente e eficiente, e bem conectada com aquilo prometido em campanha.

“Transparência acima de tudo. Todos nossos atos terão de ser abertos ao público, e o que ocorreu no passado também. Não podemos admitir que, em qualquer uma dessas instituições, tenha qualquer cláusula de confidencialidade pretérita” disse o presidente.

Ainda no mesmo discurso, realizado em um evento no Palácio do Planalto, Bolsonaro também descartou a possibilidade de perseguir aqueles que tentarem obter privilégios com bancos e instituições públicas.

“Aqueles que foram a essas instituições [bancos públicos] por serem amigos do rei buscar privilégios, ninguém vai perseguí-los, mas esses atos, essas ações, esses contratos tornar-se-ão públicos.”
Informação do Renova Mídia

1 Comentário em Bolsonaro promete acabar com sigilo de atos e contratos de bancos públicos

  1. Aproveitando o ensejo, quero deixar uma dica: O Banco Cetelem empresta dinheiro aos aposentados e estes só podem se comunicar com ELES mediante telefone, dai, lhe dão um numero de protocolo, só que, se você perder o numero eles não localizam a reclamação e fica por isso mesmo, já que, não permitem comunicação por E-MAIL. É assim, por aqui todos fazem a merda que querem, roubam e a justiça, no meu caso, deu ganho de causa para eles só porque assinei o contrato, ora, não era isso que eu estava reclamando, aqui temos um judiciário de pequenas causas de MERDA TAMBÉM, É SÓ PARA DAR MAIS EMPREGO E COBRAR MAIS IMPOSTOS DO POVO, igual a tal de Defensoria pública que só atende quem quer e se a OAB permitir. Cabe esclarecer que achei o numero do protocolo, ai, eles localizaram a reclamação, mesmo assim a justiça de bosta deu ganho de causa para o Banco. Caro Bolsonaro, eu votei no Senhor, confio no Senhor, mas, sinceramente, arrumar o Brasil vai ficar só na TENTATIVA, duvido que consiga fazer muito, tem merda para todos os lados.

Deixe uma resposta