Bolsa bate recorde e dólar cai a R$ 3,81 em primeiro dia de Bolsonaro

O otimismo com a posse de Bolsonaro é generalizado entre os investidores. A cotação do dólar fechou em queda no primeiro dia do governo. A moeda americana ficou em R$ 3,8087, uma variação negativa de 1,69%.

Já a B3, bolsa de valores oficial do Brasil, iniciou o ano com alta de 3,56%, totalizando 91.012 pontos no fechamento desta quarta-feira, atingindo valor recorde. O recorde anterior, de 89.820 pontos, havia sido registrado em 3 de dezembro de 2018.

No pregão da Bolsa, os papéis com melhor desempenho foram da Eletrobras (alta de 20,72%), Eletrobras PNB (alta de 14,52%) e a Sabesp (alta de 9,11%).

A valorização da Eletrobras se deve ao pronunciamento do novo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, em que afirma que dará continuidade ao processo de privatização da empresa.

A onda de otimismo é resultado da empolgação popular que o presidente vem transmitindo e da escolha de um dos maiores economistas brasileiros da atualidade, Paulo Guedes, para a condução econômica do país.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

3 Comentários em Bolsa bate recorde e dólar cai a R$ 3,81 em primeiro dia de Bolsonaro

  1. AMÉM SENHOR ! OBRIGADO POR TUDO O QUE ESTAIS FAZENDO ! CONTINUA DERRAMANDO TUAS BENÇÃOS SOBRE TODA ESSA EQUIPE DE GOVERNO RECÉM EMPOSSADO . VIVA O BRASIL E SEU POVO PROGRESSISTA .

Deixe uma resposta