Aeronaves suspeitas poderão ser abatidas na posse de Bolsonaro

O atual presidente Michel Temer autorizou o abate de aeronaves que invadam o espaço aéreo da posse de Jair Bolsonaro.

O texto, já publicado em Diário Oficial, cita uma série de ações coercitivas, dentre elas a destruição de aeronaves  tidas como “hostis”. Ou seja, após terem sido declaradas suspeitas, e devidamente avisadas do risco, as aeronaves serão destruídas.

O objetivo, obviamente, é conter qualquer ameaça que se proponha a afetar a segurança dos presentes na posse do novo Presidente da República. As medidas serão válidas da meia-noite do dia 1º até a meia-noite do dia 2 de janeiro.

Informação dO Antagonista.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta