Petista é processado por “mensalinho do Twitter”

O Partido dos Trabalhadores atingiu, neste ano de 2018, a sua fase mais hipócrita de todos os tempos. Isso se comprova principalmente por, depois de terem feito um esquema que envolvia influenciadores digitais e opiniões político-eleitorais compradas em benefício de candidatos petistas, tiveram a capacidade de acusar Bolsonaro de comprar impulsionamento massivo de mensagens de WhatsApp, denuncia que nunca se comprovou, mesmo já tendo dois meses de criação.

O esquema que ficou conhecido como “mensalinho do Twitter” começa a trazer seus frutos para o PT. O deputado Miguel Corrêa Jr, de Minas Gerais, está sendo processado pela Procuradoria-Geral Eleitoral e pelo Ministério Público Federal por abuso de poder econômico.

Corrêa Jr foi o responsável pela articulação da rede que visava invadir as redes com propaganda política ilegal. Entre os beneficiados pelo esquema estão Gleisi Hoffmann, eleita deputada federal no Paraná, e Wellington Dias, reeleito governador do Piauí. 

Informação da Agência Caneta.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta