Toffoli se ofende e manda MP investigar Deltan Dallagnol

O ministro Dias Toffoli, se ofendeu com os comentários feitos pelo procurador da República e coordenador da força-farefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, que, em relação à decisão do STF de tirar relatos e delações da Odebrecht que incriminam (ainda mais) Lula, disse “pelos três de sempre, que tiram tudo de Curitiba e que mandam tudo para a Justiça Eleitoral e sempre dão habeas corpus, estão sempre formando uma panelinha e que mandam uma mensagem muito forte de leniência a favor da corrupção”, e de fato, não houve nenhuma mentira nas afirmações.

O problema é que Toffoli se ofendeu, e partiu pra cima de Dallagnol, colocando o Ministério Público como subordinado do STF. O ministro mandou, pessoalmente, que Orlando Rochadel, corregedor geral do Conselho Nacional do Ministério Público, investigue Dallagnol.

 

Siga-nos no Facebook

2 Comentários em Toffoli se ofende e manda MP investigar Deltan Dallagnol

  1. Não acredito que ainda exista militares de fibra como os de 1964. Só mesmo nas redes sociais, muita ameaça e nada de atitude que é o mínimo que devem tomar para justificar os seus posto e o dever de proteger a nação de bandidos comunistas famigerados, espalhados pelos três poderes. Com relação ao ministro petista cadê a polícia federal e o próprio MPF para investigar a mesada de R$ 100.000,00 depositada em sua conta bancária. Esse cara está se achando acima do bem e do mal. Está faltando homens de coragem para colocar esse sujeito no seu devido lugar. A Suprema Corte é para juízes concursados e com plena qualificação e comprometido com a defesa da Constituição Federal. Isso vai acabar se o Bolsonaro for eleito. Que Deus nos ajude. Essa gentalha toda, inclusive com a imprensa marrom têm que ser excluída dos poderes da República. A impressão que dá é que não têm homens com honra, decência e coragem no Brasil.

Deixe uma resposta