Bruno Gagliasso prova do próprio veneno e perde patrocínios devido a tweets preconceituosos

Após apontar o dedo para pedir boicote ao youtuber Julio Cocielo, que fez piadas que foram consideradas racistas, o global Bruno Gagliasso provou do próprio veneno e sofre no momento uma imensa ‘perseguição’ nas redes sociais

Comentários preconceituosos contra homossexuais e mulheres foram encontrados em sua conta no Twitter e o ator começou a perder patrocinadores e credibilidade de “bom moço” que tentou construir ao longo dos últimos anos.

Agora, o ator está pagando na mesma moeda que cobrou o youtuber e uma instituição acaba de desvincular o nome do artista à sua marca. A Prefeitura do Rio de Janeiro divulgou um comunicado à revista Quem, anunciando que ele não será mais garoto-propaganda da campanha municipal contra a LGBTfobia.

O Banco Itaú informou, no Twitter, que “não aceita qualquer tipo de preconceito e discriminação” e que “o ator citado não faz mais parte das campanhas ativas“.

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.