Candidatura de Dilma ao Senado pode ser barrada

A candidatura da ex-presidente Dilma Rousseff ao Senado poderá ser barrada por ação do PSDB mineiro.

Domingos Sávio, presidente dos tucanos em Minas, cita a legislação do impeachment que “além da perda do mandato, determina a perda dos direitos políticos”.

A Constituição é clara, Presidente que sofre impeachment perde os direitos políticos. O Golpe que Lewandowski aplicou na votação do Impeachment não tem validade jurídica.

As informações são da Coluna do Estadão.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta