Sergio Moro deu reprimenda em advogada que fazia perguntas sem noção: “Estou fazendo o meu trabalho indeferindo questões desnecessárias”

Priscila Bittar, irmã de Fernando Bittar, o sujeito que era laranja de Lula no Sítio foi arrolada como testemunha — embora seja parente de acusado — na ação penal que trata do sítio de Atibaia.

Ela disse que foi Marisa Letícia quem cuidou das obras no espaço:

“Meu pai [Jacó Bittar] autorizou a dona Marisa. Foi ela quem cuidou disso.Ah, aa tia Marisa era uma mãe para o Fernando. Era uma família.”

Sergio Moro percebendo que as perguntas feitas a Priscila Bittar não faziam a menor diferença no processo, indeferiu tais perguntas, a advogada tentou reclamar e tomou dura repimenda.

“É difícil, viu, doutor?”, reclamou a advogada.

“É difícil a doutora tomar o tempo do juízo arrolando parentes que não depõem como testemunhas. Isso é difícil”, disse Moro.

Irritada, a advogada gaguejou e afirmou:

“Eu estou fazendo o meu trabalho, doutor. O senhor deveria fazer o seu de ouvir as testemunhas, ainda que informantes.”

O juiz não prolongou o episódio:

“Estou fazendo o meu trabalho indeferindo questões desnecessárias. Próxima pergunta.”

Fonte: O ANTAGONISTA

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

4 Comentários em Sergio Moro deu reprimenda em advogada que fazia perguntas sem noção: “Estou fazendo o meu trabalho indeferindo questões desnecessárias”

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.