Movimento ‘Sem-Teto’ cobrava aluguel de até 400 reais em prédio que desabou

Um dos líderes do movimento que invadiu o prédio que desabou no centro de São Paulo disse mais cedo que as famílias pagavam uma taxa de 80 reais, mas o Globo divulgou a informação de que “o aluguel” dos sem-teto chegava a 400 reais para os bolsos dos coordenadores do ‘movimento’.

Os coordenadores foram os primeiros a deixar o edifício em chamas. Tiveram tempo de tirar os carros da garagem.

O moradores disseram que o prédio era organizado, tinha carteirinha de identificação usada para controlar o pagamento mensal.

“Todo mundo pagava aluguel, ninguém morava de graça. Eu pagava R$ 400 reais ao Movimento”, disse a moradora Fabio Rodrigues da Silva.

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.