“A principal fonte de insegurança jurídica no País hoje é o STF”; afirma jornalista

A jornalista Vera Magalhães, do jornal O Estado de S.Paulo, analisa a decisão dos ministros Dias Toffoli, ,Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski de tirar do juiz Sérgio Moro diversas delações da operação Lava Jato e transferi-las para outros estados. Segundo a colunista, “A principal fonte de insegurança jurídica no País hoje é o Supremo Tribunal Federal”. Para Vera Magalhães, “ao negar a relação entre delações como a da Odebrecht e o petrolão – ainda que essa ligação esteja amplamente confirmada em depoimentos em vídeo de nomes como Marcelo Odebrecht –, a Segunda Turma abriu a porteira para tentar estancar, finalmente, a sangria da Lava Jato”.

Leia trecho do artigo da Jornalista:

A principal fonte de insegurança jurídica no País hoje é o Supremo Tribunal Federal.
Dia após dia, a Corte apresenta ao País um cardápio de decisões que têm base não na Constituição, por cuja aplicação tem o dever de zelar, mas em “sentimentos” ou “evoluções” de pensamentos de seus ministros ao sabor das circunstâncias.

Siga-nos no Facebook

2 Comentários em “A principal fonte de insegurança jurídica no País hoje é o STF”; afirma jornalista

Deixe uma resposta

error: