Toffoli e Gilmar também tiram o caso da Refinaria Abreu e Lima de Sergio Moro

Na mesma sessão que retirou as delações da Odebrecht contra Lula, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Dias Toffoli decidiram tirar de Sergio Moro os relatos dos executivos da empreiteira sobre os crimes na Refina Abreu e Lima, em Pernambuco.

Os termos da delação serão enviados a uma vara criminal de Recife.

Os investigadores da Operação Lava Jato acreditam que as obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, podem ter custado 16% a mais do que deveriam. Para eles, parte dos valores do sobrepreço foram usados para repasses a políticos e partidos.

A investigação nos documentos do consórcio, liderado pela construtora Camargo Corrêa, durou cerca de três meses. Os investigadores analisaram extratos, movimentações financeiras e e-mails.

Nos documentos apreendidos na Camargo Corrêa – construtora responsável pela obra – a Polícia Federal encontrou provas de que a construtora depositou R$ 26 milhões para 30 empresas suspeitas de lavagem de dinheiro. Entre elas, estão a Costa Global, empresa de consultoria do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa e a JD Consultoria, que pertence ao ex-ministro José Dirceu.

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

9 Comentários em Toffoli e Gilmar também tiram o caso da Refinaria Abreu e Lima de Sergio Moro

  1. O Judiciário brasileiro é o MAIOR CULPADO disso que está ocorrendo no país. Tem muitos “furos” para alegria dos ilícitos e seus advogados. Só há uma entidade MAIOR do que toda essa PATIFARIA CORPORATIVISTA que reina no nosso país. SÃO as FFAA Nacionais. Alô, alô, queridas FFAA. o povo NÃO AGUENTA MAIS. Tragam de volta a nossa DIGNIDADE ÉTICA e MORAL.

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Toffoli e Gilmar também tiram o caso da Refinaria Abreu e Lima de Sergio Moro – VEJA ISSO

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.