Bolsonaro, sobre voto o impresso: ‘Vou continuar minha luta!’

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o voto verificável nesta quinta-feira, 12, ao deixar o Palácio da Alvorada. A proposta não atingiu o número mínimo necessário de votos para sua aprovação no plenário da Câmara dos Deputados.

Bolsonaro prometeu continuar se manifestando sobre o assunto, mas “com menos pressão”.

“Nós perdemos, mas o placar foi muito apertado. Por que nós temos que concorrer nas eleições de 2022 sob o manto da desconfiança? Eu quero eleições limpas, transparentes, eu quero o voto democrático”, disse o presidente em conversa com apoiadores.

Bolsonaro voltou a criticar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, que se opôs ao voto verificável e atuou nos bastidores para barrar a proposta na Câmara. “Por que essa vontade do ministro Luís Roberto Barroso contra o voto ‘impresso’? Ele se reuniu com lideranças partidárias e, logo após a reunião, essas lideranças mudaram de lado. O que foi oferecido para eles? O que aconteceu?”, indagou o presidente.
“Vou continuar minha luta, com menos pressão, é lógico. Mas não podemos terminar as eleições no ano que vem sob o manto da desconfiança”, completou Bolsonaro.

Fonte: Revista Oeste

Generated by Feedzy