Ministro de Bolsonaro rebate Lula: ‘Seu Brasil era o da lista da Odebrecht e dos diálogos cabulosos’

Na manhã desta terça-feira (27), o ministro do Turismo, Gilson Machado, rebateu o ex-presidiário Lula (PT) após ele criticar a forma como o presidente Jair Bolsonaro governa o Brasil. A declaração foi dada na rede social Twitter.

Segundo o ex-presidiário, o país hoje tem um presidente “que não conversa com ninguém” e que sua gestão, 2003 a 2010, era diferente. “Eu nunca fui presidente de mim mesmo. Era presidente do Brasil. Eu tinha um conselho que incluía desde o sem terra ao fazendeiro. E ouvia todo mundo. Hoje temos um presidente que não conversa com ninguém. Isolado. O que nós precisamos é de um presidente civilizado, humanista”, disse em entrevista à Rádio Difusora Pai Eterno de Goiás.

A declaração foi publicada no Twitter do ex-presidente e o ministro do Turismo rebateu Lula.

Gilson disse que o Brasil que o petista governava era o “da lista da Odebrecht e dos diálogos cabulosos”, em referência às investigações da operação Lava Jato que atingiram o petista.

“O Brasil para o qual você governava não era o Brasil dos que sofrem com a criminalidade, que você fortaleceu ao desarmar a população e que são afetados pela corrupção, que você elevou a proporções inéditas. O seu Brasil era o Brasil da lista da Odebrecht e dos diálogos cabulosos”, afirmou.

O artigo Ministro de Bolsonaro rebate Lula: ‘Seu Brasil era o da lista da Odebrecht e dos diálogos cabulosos’ foi publicado originalmente em Folha da República.

Generated by Feedzy