Juliana Paes alfineta esquerdistas que silenciam sobre atos por democracia, alimentos e remédios em Cuba:“#cubalibre”

A atriz global Juliana Paes alfinetou a esquerda, em resposta a uma publicação da economista Renata Barreiro sobre os protestos em Cuba, a artista criticou, supostamente, o silêncio da comediante sobre o assunto.

“Você socialista que usa camisetinha do Che Guevara. Que diz que Cuba tem democracia”, começa o texto da publicação, elencando algumas críticas ao socialista. “Não desvie o olhar. Cuba é refém da ideologia que você defende. Tenha vergonha”, completa.

Juliana respondeu deixando algumas indiretas para os ‘socialistas de Iphone’ que idolatram o regime cubano. “Mas hoje tá um silêncio naquele Twitter… (ou tô delirando?) #cubalibre”, escreveu a atriz, com alguns emojis de risada.

No mês passado, Juliana Paes entrou para os assuntos mais comentados do Twitter após defender a médica Nise Yamaguchi, que participou da CPI da Covid-19.

Milhares de cubanos foram às ruas no último domingo (11) para protestar por liberdade e melhores condições, em meio à falta de comida e medicamentos durante uma crise econômica agravada pela pandemia da Covid-19 e sanções impostas pelos Estados Unidos.

O artigo Juliana Paes alfineta esquerdistas que silenciam sobre atos por democracia, alimentos e remédios em Cuba:“#cubalibre” foi publicado originalmente em Folha da República.