Chamado de “Daniel”, José Dirceu nega que está chantageando ministros e aciona STF contra o presidente

O ex-ministro de Lula, José Dirceu entrou com ação pedindo que o Supremo Tribunal Federal (STF) autorize a abertura de uma investigação sobre a a fala de Jair Bolsonaro (Sem partido) que o envolveria em uma chantagem ao ministro Luís Roberto Barroso.

Bolsonaro falou na ocasião que um agente chamado “Daniel” poderia estar chantageando autoridades brasileiras. Daniel foi o codinome de Dirceu na sua época de luta armada contra o Regime Militar.

“Em uma narrativa absolutamente desvairada, divulgada inicialmente em blogs obscuros da internet e, infelizmente, amplificadas pelo perfil de rede social do Exmo. Presidente da República, as fake news dão conta da estapafúrdia e abjeta ideia de que o peticionário estaria chantageando ministros dessa Corte, mediante vídeos de conteúdo fantasioso e absolutamente inverossímil, no intuito de obter decisões que lhe fossem favoráveis”, dizem os advogados de Dirceu, segundo informações da coluna de Mônica Bergamo na edição desta terça-feira (13) da Folha de S.Paulo.

Na ação, Dirceu anexa as mensagens propagadas nos grupos de apoio a Bolsonaro. “De forma surreal, tal relato abjeto e vil mereceu amplificação e disseminação pelo perfil do Twitter” do presidente.

O artigo Chamado de “Daniel”, José Dirceu nega que está chantageando ministros e aciona STF contra o presidente foi publicado originalmente em Folha da República.