Tentando se esquivar, Wilson Witzel se compara a Lula e diz que “sofre perseguição”

O ex-governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, depôs aos senadores membros da CPI da Covid e alegou sofrer uma perseguição judicial, tal qual o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Assista:

Durantea comissão parlamentar de inquérito, ex-governador questionou: “Quem paga o tempo em que o governador Witzel foi cassado, o tempo que o presidente Lula perdeu preso quando não poderia estar preso naquela circunstância?”

Wilso, tentando se esquivar, ressaltou na CPI “o que aconteceu com o ex-presidente Lula, um anulação de um processo de um juiz [Sérgio Moro] que está sendo reconhecidamente parcial”.

Mesmo cassado por desvios na área da saúde, O ex-governador do Rio de Janeiro também mirou Jair Bolsonaro ao dizer que “o presidente deixou os governadores à mercê desta situação. O responsável pelas 480 mil mortes tem nome e deve ser punido pelo Tribunal Penal internacional.”

O artigo Tentando se esquivar, Wilson Witzel se compara a Lula e diz que “sofre perseguição” foi publicado originalmente em Folha da República.