General Mourão ironiza manifestações da esquerda: ‘Tem aglomeração do bem agora?’

Nesta segunda-feira (31), o vice-presidente da República, o General Hamilton Mourão, comentou sobre manifestações que aconteceram convocadas pela esquerda, pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

O general apontou que não ocorreram de maneira correta as medidas de distanciamento seguro entre os participantes dos atos que criticavam a gestão do governo federal.

“A gente sabe que tem oposição. Tem um núcleo duro aí que não gosta do nosso governo. Agora, foi aglomeração, né? Tem aglomeração do bem agora? Não tem. Distanciamento nenhum ali”, afirmou Mourão.

Mourão também minimizou a pauta pelo impeachment defendida pelos ativistas de extrema-esquerda durante os atos.

“Desde o fim do período de presidentes militares, não teve nenhum presidente que não tivesse passado sob ameaça de impeachment, sendo que dois sofreram efetivamente o processo de impedimento [Fernando Collor e Dilma Rousseff]”, disse Mourão. “O presidente [José] Sarney sofreu as ameaças, o próprio Fernando Henrique, o presidente Lula. Terminado o governo, vamos para um processo eleitoral. Se a maioria da população quiser uma mudança, ela vota pela mudança. É assim que funciona.”, afirmou.