Senador Girão denuncia ‘guerra obsessiva’ contra Bolsonaro na CPI: “Não aceitaram que ele venceu a eleição”

Nesta terça-feira (18), durante depoimento do ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, na CPI da Covid, o senador Eduardo Girão afirmou que a comissão é a primeira da história que “simplesmente fecha os olhos para a corrupção”.

O congressista afirma que “é a terceira semana de oitivas e a gente espera, cobra, que possamos rastrear os bilhões de reais enviados”.

Girão defendeu a relevância da pacificação do país, dizendo:

“Einda existe uma guerra obsessiva aqui nesta Casa, visando um projeto de poder. Com todas as críticas que eu tenho ao presidente da República, ainda não aceitaram que ele venceu a eleição”. O senador pediu moderação nas acusações, e afirmou: “vejo, com todo o respeito a quem pensa diferente, muita hipocrisia. (…) Isso contamina o ambiente democrático”.

O artigo Senador Girão denuncia ‘guerra obsessiva’ contra Bolsonaro na CPI: “Não aceitaram que ele venceu a eleição” foi publicado originalmente em Folha da República.