“Globo não é lixo, porque lixo pode ser reciclado!”, diz Bolsonaro

Bolsonaro e Bonner

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) esteve na tarde de hoje em São Francisco do Sul, em Santa Catarina;

O  presidente tirou selfies, deu autógrafos aos seus fãs.

Sem perguntas sobre a prisão de Marcelo Crivella, que recebeu apoio de Bolsonaro nas eleições municipais, os apoiadores do presidente afirmaram que votariam em Bolsonaro em 2022, o presidente voltou a citar o voto impresso: “Se não tiver voto impresso, pode esquecer (reeleição)”.

Antes, Bolsonaro foi chamado pela imprensa que o acompanhava. O presidente perguntou qual era o assunto antes de criticar a Globo. Os apoiadores do presidente passaram a criticar a emissora e Bolsonaro cutucou: “Globo não é lixo, porque lixo pode ser reciclado”.

No dia 7 deste mês, Bolsonaro disse que estava “conversando com lideranças do Parlamento” sobre a possibilidade de implementar o voto impresso nas próximas eleições.

Relacionados:  Argentina pede ajuda de Bolsonaro para renegociar dívida com FMI

Com o argumento de que o sistema eletrônico seria suscetível a fraudes, mas sem apresentar provas disso, o governante tem defendido a necessidade da comprovação em papel. Na visão dele, “o povo quer” a mudança.

“Já estou conversando com lideranças no Parlamento. Quem decide o voto impresso somos nós, o Executivo, e o Parlamento. Ponto final. E, acima de nós, o povo, que quer o voto impresso”, disse Bolsonaro.