PF mira suspeitos de usar caixões com supostas vítimas da Covid-19 para tráfico de drogas

PF caixões covid

A Polícia Federal faz operação contra grupo suspeito de traficar drogas usando como fachada caixões que supostamente levariam pessoas que morreram em decorrência da Covid-19. Há alvos nas cidades de Porangatu, Rio Verde, Ponta Porã (MS), Campo Verde (MT) e Brasília.

Mais de 40 policiais federais trabalham na ‘Operação Caixão’ para cumprir mandados de busca e apreensão e quatro mandatos de prisão contra o bando.

O grupo criminoso começou a ser investigado em junho deste ano, quando uma pessoa foi presa com 287 kg de maconha sendo levados dentro de dois caixões funerários (assista abaixo). De acordo com os policiais, eles estariam supostamente carregando pessoas que morreram em decorrência da Covid-19. A abordagem foi feita em Jataí.

Relacionados:  Moro quer novo recorde de apreensão de drogas em 2020

O trajeto feito à época era entre Ponta Porã e Goiânia. A corporação apurou que detentos presos em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, estariam encomendando essas substâncias.

Por meio de nota, a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou que “aguarda o encaminhamento oficial dos dados para as providências internas e necessárias de segurança administrativa”.