Lula comunica à Justiça que vai para Cuba durante um mês ‘gravar documentário’

Lula Cuba

O ex-presidente Lula (PT), condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, avisou à Justiça que vai viajar à Cuba para participar da gravação de um documentário.

Advogados do petista enviaram nesta 3ª feira (8.dez.2020) ofício à 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba comunicando a viagem.

Condenado duas vezes em 2ª Instância e com outros processos em andamento, Lula não tem impedimento legal para viajar. A comunicação à Justiça, no entanto, é praxe para quem está na condição de réu.

De acordo com o documento, o ex-presidente vai deixar o Brasil em 17 de dezembro e retorna apenas em 20 de janeiro de 2021.

Relacionados:  Lula tenta atacar Carlos Bolsonaro e toma resposta acachapante

A defesa de Lula afirmou no ofício que a viagem à Cuba não vai impedir que ele compareça a nenhum ato judicial em que seja demandada sua presença.

“Conforme se procedeu durante todo o tramitar do feito, o peticionário [Lula] esclarece que não deixará de comparecer a nenhum ato judicial para o qual sua presença seja obrigatória”, escreveram os advogados.

O documentário que motiva a viagem de Lula à Cuba é dirigido pelo norte-americano Oliver Stone, ganhador do Oscar de melhor diretor com os filmes Platoon (1987) e Born of the Fourth of July (1990).

Relacionados:  STF marca julgamento da prisão em segunda instância para esta quinta-feira

Será a 3ª viagem internacional de Lula após a saída da prisão. Ele foi ao Vaticano em fevereiro, quando se encontrou com o Papa Francisco, e à Europa, em março.

Fonte: Poder 360