Bonner e Renata Vasconcellos são intimados a depor pela polícia

Bonner Renata

A Polícia Civil do Rio de Janeiro intimou os apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos, da TV Globo, a depor por suposto crime de desobediência a decisão judicial com relação a publicações que envolvem a investigação das “rachadinhas” no gabinete da Alerj (Assembleia Legislativa do RJ) de Flávio Bolsonaro, o famoso ‘Caso Queiroz’. As informações foram divulgadas pelo UOL.

 

A TV Globo foi procurada para comentar o caso e ainda não se manifestou. A emissora havia sido proibida judicialmente de publicar informações sigilosas sobre o caso, que envolve Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, e Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador. Os depoimentos foram pedidos no contexto de investigação policial sobre suposta “desobediência a decisão judicial sobre perda ou suspensão de direito”.

Relacionados:  Por questões de segurança, Globo não enviará jornalistas cobrir jogos da Libertadores na Venezuela

Istoé