Banco Mundial melhora previsão do PIB brasileiro

Guedes

O Banco Mundial prevê que a pandemia do novo coronavírus levará a atividade econômica no Brasil a encolher 5,4% em 2020. A estimativa foi divulgada nesta sexta-feira (9) pela instituição no relatório “O Custo de se Manter Saudável”.

A previsão é melhor do que a última feita pelo banco, divulgada em junho, que estimava uma queda de 8% para o Produto Interno Bruno (PIB) brasileiro em 2020, destaca o G1.

A estimativa de queda do Banco Mundial é maior do que a prevista pelo governo. O Ministério da Economia prevê um tombo de 4,7% da economia brasileira este ano.

O Banco Mundial também melhorou a previsão para 2021 e estima uma alta de 3% no PIB. A previsão anterior era uma alta de 2,2%.

No relatório, a instituição afirma que a região da América Latina e do Caribe, que abrange 28 países, é a mais atingida pela pandemia. O banco cita impactos como a redução da demanda internacional, o colapso no setor de turismo e as consequências dos meses de confinamento.

Relacionados:  Economia brasileira deve crescer 2,5% em 2020, aponta CNI

A previsão do Banco Mundial é que o PIB da região caia 7,9%. Porém, apesar da perspectiva negativa, a instituição destaca que “há alguns sinais de que o impacto pode ser menos grave do que o temido inicialmente”.

Segundo o documento divulgado nesta sexta, o comércio global de bens está retornando aos níveis anteriores à crise e os preços das commodities se mantiveram relativamente bem, contribuindo para a retomada da atividade econômica na região.