Maia defende Carol Solberg e diz que denúncia contra a jogadora é “arbitrária”

maia Carol

O presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia saiu em defesa da atleta Carol Solberg, que foi denunciada no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) após lacrar “fora, Bolsonaro” ao vivo, no SporTV após uma partida de vôlei de praia.

Em entrevista ao Esporte Espetacular, da Rede Globo, neste domingo (4), Maia considerou que a jogadora de vôlei exerceu a “liberdade de expressão” ao atacar o presidente.

“Sem dúvida nenhuma, a manifestação dela agrada a alguns e desagrada outros. Hoje até desagrada mais porque o presidente tem apoio. Mas, sem dúvida nenhuma, a Constituição é muito clara. Essa liberdade de expressão, dentro do sistema democrático é clara”, disse.

Relacionados:  Augusto Nunes dispara: "A minoria derrotada não admite ver o país governado por quem ganhou a eleição”

Rodrigo Maia disse que a denúncia do STJD contra Carol, que pode ter que pagar até R$ 100 mil de multa, é “arbitrária”.

“Essa posição da Justiça Esportiva, pelo menos daqueles que estão atacando, é uma posição, do meu ponto de vista, errada, arbitrária, que não tem base nenhuma para avançar na Justiça Esportiva brasileira”, defendeu.