Deltan Dallagnol deixa a coordenação da Operação Lava Jato

Deltan

O MPF (Ministério Público Federal) anunciou nesta 3ª feira  que o procurador da República Deltan Dallagnol está se desligando da força-tarefa da Lava Jato no Paraná “para se dedicar a questões de saúde em sua família”.

Deltan esteve à frente da coordenação da força-tarefa por 6 anos, desde quando a 1ª operação foi deflagrada, em 14 de março de 2014. Ele também ocupava o cargo titular do 15º ofício do MPF no Paraná.

“Por todo esse período, enquanto Coordenador dos trabalhos, Deltan desempenhou com retidão, denodo, esmero e abnegação suas funções, reunindo raras qualidades técnicas e pessoais. A liderança exercida foi fundamental para todos os resultados que a operação Lava Jato alcançou, e os valores que inspirou certamente continuarão a nortear a atuação dos demais membros da força-tarefa, que prosseguem no caso”, disse o Ministério Público em nota.

Através das redes sociais o procurador símbolo da Operação disse que a decisão é difícil, mas que agora precisará se dedicar à sua família. O procurador da República disse que ele e sua mulher identificaram sinais de “egressão no desenvolvimento de sua filha e, por isso, tomou a decisão.

 

Relacionados:  MPF apresenta provas da falsidade de todos os recibos juntados por Lula