Mourão dispara: ”ONU não teve papel relevante na pandemia”

Mourão

O vice-presidente General Hamilton Mourão criticou a atuação da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização Mundial da Saúde (OMS) durante a pandemia do novo coronavírus. Para o militar, as organizações não exerceram um “papel relevante” e “isso terá consequências num futuro próximo”.

“Na minha visão, as Nações Unidas não tiveram um papel relevante nesse momento de combate à pandemia. Não houve uma única reunião do Conselho de Segurança da ONU para tratar desse assunto. E se questiona fortemente a atuação da OMS”, disse.

“Isso terá consequências num futuro próximo e o efeito pode ser essa desglobalização que estamos vendo”, afirmou.

O General disse que “ainda vai conviver com a gente por um bom tempo”, até pelo menos a medicina encontrar uma vacina ou uma cura para o problema. E concluiu que “a pandemia de Covid-19 é o maior desafio enfrentado pela humanidade neste século”.

Relacionados:  Russia defende entrada do Brasil no Conselho de Segurança da ONU

Para Mourão, a pandemia ainda trouxe implicações sociais, econômicas e políticas, além de pressão sob instituições como a ONU e a OMS. Uma das consequências, segundo ele, é o fortalecimento das discussões sobre a desglobalização.