Tio teria estuprado sobrinha após ter sido ‘liberado’ para o regime semiaberto

O caso da menina de 10 anos que foi estuprada pelo tio e engravidou em São Mateus, no Norte do Espírito Santo, pode ter começado enquanto o homem estava em regime semiaberto. Entre entre 2011 e 2018, ele cumpriu pena por tráfico de drogas – o período coincide com o relato da vítima, de que era abusada desde os seis pelo homem.

O Fato traz para a discussão atual o benefício da saidinha e progressão de pena para criminosos. Muitos deles voltam a cometer crimes, como foi o caso.

Segundo a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), o estuprador, que já foi caputurado, cumpriu pena em unidades de regime fechado e semiaberto na Penitenciária Regional de Linhares, no Norte do Espírito Santo.

Relacionados:  Filiado ao PC do B, médico e prefeito abusa de pacientes e filma os crimes

O suspeito do crime bárbaro foi indiciado pela prática dos crimes de ameaça e de estupro de vulnerável, ambos praticados de forma continuada. As investigações foram conduzidas pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de São Mateus e contou com o apoio da delegacia da cidade e do conselho tutelar.

Fonte: Estado de Minas