Governo autoriza conclusão de obras do Contorno de Florianópolis

Tarcísio

O Governo Federal, por meio da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou a concessionária Arteris Litoral Sul a construir o Contorno Viário de Florianópolis. A decisão foi tomada na reunião de diretoria, realizada na última terça-feira (4), que aprovou aditivos aos contratos de concessão da empresa concessionária das rodovias BR-116 e 376, no Paraná, e BR-101, em Santa Catarina. Com objetivo de desviar o tráfego de longa distância do eixo principal da BR-101/SC, R$ 3,7 bilhões serão investidos na obra do Contorno, até 2023.

O Contorno de Florianópolis será um corredor expresso de 50 km, com pista dupla, seis acessos por trevos, quatro túneis, sete pontes e mais de 20 passagens em desnível. A Arteris possui trabalhos nos 36 km já aprovados pela ANTT para o projeto e aguardava autorização para atuar nos 14km remanescentes, o que foi concedido nesta terça-feira.

“Essa é uma obra de grande impacto na região e em todo o estado. É uma obra que vai trazer benefícios diretos aos usuários, como segurança e fluidez do tráfego, bem como à toda comunidade do entorno. O Governo Federal entende a importância desse empreendimento como vetor de desenvolvimento econômico, gerador de empregos e de competitividade nacional”, afirma o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

Além de aprovar o início das obras no trecho Sul A do Contorno, a ANTT também autorizou os projetos de abertura de 11,6 quilômetros de 3ª faixa na BR-101/SC, na região de Palhoça, assim como de construção da ponte marginal sul no rio Camboriú, ambos relevantes para a mobilidade e o fluxo turístico na BR-101/SC.

Relacionados:  Governo Federal quer dobrar a malha ferroviária do Brasil

A medida alterou a Tarifa Básica de Pedágio (TBP) de R$ 2,70 para R$ 3,90, com validade a partir do dia 8, devido à recomposição do equilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão em que obras necessárias e não previstas no Programa de Exploração da Rodovia (PER), em especial às adequações das obras do contorno de Florianópolis/SC e a 3ª faixa do trecho Palhoça-Biguaçu, também em Santa Catarina.

A tarifa refere-se à categoria 1 de veículos (carro de passeio) a ser praticada nas praças de pedágio P1, em São José dos Pinhais/PR, P2, em Garuva/SC, P3, em Araquari/SC, P4, em Porto Belo/SC, e P5, em Palhoça/SC.

*Com informações da Assessoria de Comunicação da ANTT