Lula acredita que Bolsonaro mentiu ter coronavírus para divulgar cloroquina

lula PT

O ex-presidente Lula, condenado por corrupção, afirmou suspeitar que o presidente Jair Bolsonaro “inventou” ter coronavírus para fazer propaganda sobre a cloroquina.

“Acho que Bolsonaro inventou que estava contaminado para poder fazer propaganda do remédio”, disse o ex-presidente em uma coletiva de imprensa virtual para a imprensa internacional.

“Não sei se ele é sócio, mas se comporta como se fosse dono da fábrica que faz o remédio”, acrescentou, segundo a Revista Istoé!

Lula considera a gestão de Bolsonaro durante a pandemia como sendo “irresponsável”.

“Por isso estamos vivendo hoje uma situação gravíssima e não vejo uma saída a curto prazo”, disse.

Bolsonaro, de 65 anos, anunciou em 7 de julho ter sido diagnosticado com a COVID-19, e desde então cumpria sua agenda a partir da residência oficial em Brasília, até que no dia 25 afirmou ter testado negativo para a doença, após tratamento com Cloroquina.

Relacionados:  Gabriela Hardt expôs ligação de Lula com Odebrecht no caso do Sítio de Atibaia

Durante esse período, ele fez várias aparições públicas nas quais mostrou uma caixa de hidroxicloroquina, um medicamento cuja eficácia contra o coronavírus não é cientificamente comprovada.

Nesta quinta-feira, a Presidência anunciou que a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, também testou positivo para o novo coronavírus.