Gleisi: “O PT não está pedindo perdão e não precisa de perdão”

Gleisi

Segundo a jornalista da Folha de São Paulo, Mônica Bergamo, a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, rechaça a ideia de que o partido precisa ser perdoado pelos seus erros.

Durante ás últimas semanas, circulou nas redes sociais um artigo do jornalista Ascânio Seleme do O Globo afirmando que é “É hora de perdoar o PT”.

Da mesma forma que rejeita a ideia, Gleisi insiste na tese de que o partido foi vítima de perseguição. “O PT precisa de justiça, para Lula e para toda perseguição que o partido cresceu”. A petista lembrou que o partido discute política e que isso não é uma questão de perdão, e sim de posicionamento.

Relacionados:  Direto da cadeia, Lula diz que Brasil está sendo "governado por bando de maluco"