Bolsonaro já conta com mais de 6 mil militares ocupando cargos no governo federal

Bolsonaro

Na tentativa de melhorar a qualidade dos serviços públicos, Bolsonaro traz cada vez mais militares para ajudá-lo nesta missão.

Levantamento do Tribunal de Contas da União (TCU) identificou 6.157 militares da ativa e da reserva em cargos civis no governo do presidente Jair Bolsonaro. O número é mais que o dobro do que havia em 2018, no governo Michel Temer (2.765). O levantamento, encaminhado nesta sexta-feira (17) aos ministros do tribunal, foi feito a pedido do ministro Bruno Dantas, destaca o G1.

Segundo o Ministério da Defesa, os militares da reserva que voltaram a trabalhar são livres para exercer qualquer atividade. Por isso, só leva em conta o números dos militares da ativa. Segundo a Defesa, são ao todo 3.029 militares no governo (1.832 do Exército; 688 da Aeronáutica; e 509 da Marinha), a maioria em cargos de natureza militar no Ministério da Defesa e no Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Conforme a pasta, os cargos de natureza civil ocupados por militares são 239.

Relacionados:  FHC volta a pedir a renúncia de Bolsonaro: “Deixa o Mourão tomar conta.”

No pedido do TCU, o ministro Bruno Dantas diz que a sociedade deve saber “exatamente quantos militares, ativos e inativos, ocupam atualmente cargos civis, dados os riscos de desvirtuamento das Forças Armadas que isso pode representar”.

De acordo com o levantamento, desses 6.157 militares, 2.643 estão em cargos comissionados do governo (43%).