General Mourão diz que Gilmar Mendes “tem que se retratar”

Mourão Gilmar

O vice-presidente da República, General Hamilton Mourão cobrou um pedido de desculpas do Ministro do STF, Gilmar Mendes, pelo fato de o ministro ter associado a participação do Exército no Ministério da Saúde a um suposto “genocídio”.

“Com certeza, se ele tiver grandeza moral, tem que se retratar. Eu vi o cidadão Gilmar Mendes fazer uma crítica totalmente fora de propósito, ao comparar o que ocorre no Brasil com um genocídio. Genocídio foi cometido por Stálin contra as minorias russas, foi cometido por Hitler contra os judeus, foi cometido na África, em Ruanda, por Saddam Hussein contra os curdos. O ministro exagerou demais no que ele falou”, cobrou Mourão, em entrevista à CNN Brasil.

Relacionados:  Marco Aurélio, do STF, decide que casal que executou grávida em 'ritual satânico' responderá em liberdade

Mais cedo, Gilmar divulgou nota na qual afirma respeitar as Forças Armadas. Mas não pediu desculpas aos militares.

Conforme noticiamos, os comandantes das três forças anunciaram que irão acionar Gilmar na PGR para que tome as medidas cabíveis contra o ministro.