Militares distribuem alimentos e kits de higiene a mais de 30 mil pessoas de comunidades amazônicas

Militares

Nesta semana, militares do 15º Batalhão de Infantaria Motorizado, da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada e do 3° Distrito Naval transportaram e distribuíram cerca de 192 toneladas de produtos para a população da aldeia de São Meireles, na Amazônia. A ação contou com 480 militares e distribuiu 6.841 cestas básicas e 6.841 kits de produtos de higiene e também limpeza.

Desde 20 de março, os militares estão em atividade por todo o País, contribuindo em diversas frentes neste momento delicado provocado pela Covid-19. O Ministério da Defesa criou o Centro de Operações Conjuntas para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à pandemia. Foram ativados 10 Comandos Conjuntos, além do Comando Aeroespacial. O efetivo conta com 34 mil homens e mulheres das Forças de Defesa, e o emprego de 107 embarcações, 85 aeronaves e 1.802 viaturas.

Os militares já atuaram em 1.895 patrulhas fluviais e 15 navais, apoiaram os órgãos de segurança pública no controle de circulação na fronteira em 7.009 postos, além de montarem 3.249 barreiras sanitárias e 1.431 postos de triagem. Órgãos de saúde contaram com o auxílio dos homens e mulheres da Defesa em 2.297 ações. E as aeronaves da Força Aérea Brasileira cruzaram os céus do País para transportar 17.554 mil toneladas de insumos hospitalares, voando o equivalente a 14 voltas ao mundo com material de saúde e suprimentos. A Pasta da Defesa atuou, ainda, no reparo de 1.468 respiradores danificados, que foram consertados e entregues para diversas instituições de saúde em todo o Brasil.

Relacionados:  Para General Pazuello, entrevista coletiva não é trabalho: "Falo pouco e trabalho muito"

Por todo o País, 21 mil militares doaram sangue para contribuir na manutenção dos estoques nos hemocentros dos 26 estados e do Distrito Federal. Para conscientizar a população sobre métodos de prevenção à pandemia, foram realizadas 2.139 campanhas. Durante esses pouco mais de 100 dias, os militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica arrecadaram e distribuíram 728.842 cestas básicas. A medida é essencial no apoio às famílias em situação de vulnerabilidade social. Da mesma forma, o auxílio foi prestado a aldeias indígenas. Entre as inúmeras atividades desenvolvidas pelos militares está a desinfecção de áreas de grande circulação. Um total de 3.348 locais públicos foram higienizados, como terminais rodoviários, estações de metrô, órgãos públicos civis e militares.