Moro diz que Luciano Huck e João Doria são bons nomes para disputa eleitoral de 2022

Moro Huck Doria

Em entrevista à emissora GloboNews, o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro foi questionado sobre os eventuais cenários nas eleições presidenciais de 2022.

Antes do rompimento com Jair Bolsonaro (sem partido), Sergio Moro era apontado como especialistas como sucessor natural na presidência do país em 2026.

Em certo ponto da entrevista, o ex-juiz da Operação Lava Jato evitou responder se será ou não candidato à presidência na próxima disputa.

Sergio Moro, entretanto, disse que o foco do Brasil deve ser 2020 e o combate ao coronavírus. Porém, acredita que o Brasil tem bons nomes para concorrer nas próximas eleições.

“Tem o Luciano Huck, o governador de São Paulo, João Doria, o ex-ministro [Luiz Henrique] Mandetta. Eu, sinceramente, acho que o Mandetta fez um trabalho no Ministério da Saúde, durante a pandemia, fenomenal (…). Não faltam candidatos, o país tem bons nomes”, afirmou.

Relacionados:  Bolsonaro nega intenção de privatizar Banco do Brasil

Sobre ele próprio ser candidato à presidência, o ex-magistrado da Justiça Federal afirmou que deseja “continuar participando do debate público. Para tanto, eu não preciso ter um cargo, eu posso continuar falando”.