Weintraub alerta que a liberdade de expressão e a liberdade religiosa estão ameaçadas no Brasil

Weintraub

O Ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, comentou sobre a situação da liberdade de expressão e liberdade religiosa no país.

Através das redes sociais, Weintraub, que deve assumir um cargo de diretoria no Banco Mundial, deu a entender que a liberdade está ameaçada no Brasil: “Liberdade de expressão? De opinião? Já era! Liberdade de circulação? De trabalhar? Esqueçam! Liberdade para podermos educar nossos filhos? Não”, escreveu.

Weintraub também questionou sobre a liberdade religiosa no país: “Agora, qual será a próxima etapa rumo às trevas? Fim da liberdade religiosa? Total ou apenas para as que têm a Bíblia como base?”, questionou.

Relacionados:  Para garantir liberdade de expressão, Bolsonaro defende adaptar primeira emenda americana ao Brasil

Em seu último ato como Ministro da Educação, ele dobrou de forma simbólica a Bandeira do Brasil juntamente com seu irmão Arthur e declarou que “nossa bandeira nunca será vermelha”.