Sara Winter diz que ‘troca de socos’ com ministro do STF foi convite, não ameaça

Sara Winter

A ativista Sara Winter recebeu jornalistas em sua casa  depois de receber autorização para deixar o presídio feminino de Brasília. Ela foi alvo da operação Lume da PF, que apura atos contra o STF, destaca o site Poder 360.

Aos repórteres, Sara disse que não fez nenhuma ameaça ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes e sim um convite.

“Na verdade, eu não fiz nenhuma ameaça ao ministro aqui citado. Depois de 1 momento em que minha privacidade foi violada, em situação de forte emoção, eu disse ‘se eu estivesse em São Paulo, eu queria saber onde é o condomínio dele, porque eu iria lá e eu queria convidá-lo para trocar socos comigo’. Eu acho que você fazer 1 convite não é uma ameaça.”

Relacionados:  Em um ano STF aumenta gastos com passagens aéreas em 89%

Moraes autorizou mandados de busca e apreensão contra 29 militantes no âmbito de outra investigação, ligada ao inquérito das fake news.

No mesmo dia, a ativista publicou um vídeo em que fala da troca de socos com o Ministro.