Proibição de operações policiais em favelas no Rio devido a pandemia vai até agosto

Fachin

O Supremo Tribunal Federal (STF) adiou para agosto o julgamento de uma liminar dada pelo Ministro Edson Fachin que proibiu a realização de operações policiais nas favelas do Rio de Janeiro. Se até lá, ele não reconsiderar sua decisão, permanece válido o veto, assinado no início deste mês.

Os ministros começariam a analisar a decisão ontem (26), em sessão virtual, com a possibilidade de votar nos próximos dias. Um pedido de vista de Alexandre de Moraes, porém, adiou o julgamento, que agora só começará no dia 7 de agosto.

Relacionados:  Raquel Dodge dá 'nó' no STF e mantém Lava Jato viva e operante

Ainda antes do pedido de vista, o governo do estado chegou a pedir que o STF antecipasse o julgamento, alegando que os moradores ficariam desprotegidos enquanto durasse o veto.

Com informações d’O Antagonista