Bolsonaro: “Missão das Forças Armadas é defender a Pátria e a democracia”

Bolsonaro chuva

Durante o velório do soldado do Exército Pedro Lucas Ferreira Chaves, de 19 anos, o presidente Jair Bolsonaro fez um discurso em homenagem ao militar e disse que “a missão das Forças Armadas, é defender a pátria e defender a democracia”.

Além de se solidarizar com a família do companheiro militar, morto no sábado (20/6) em um treinamento no Campo dos Afonsos, na cidade do Rio de Janeiro, após o paraquedas dele não abrir corretamente, o presidente pediu a Deus que estendesse as suas mãos “sobre toda a nossa pátria querida” e que ele afastasse “de todo o mal a intenção daqueles que não querem que nós fiquemos vivos”.

“Nós somos fortes. Temos um objetivo. Por vezes, não sabemos onde podemos chegar. Mas todos nós chegaremos a um bom destino. A nossa missão, a missão das Forças Armadas, é defender a pátria e defender a democracia. E como dizia (aquele) que se tornou um grande amigo, o ex-ministro Leônidas Pires Gonçalves (ministro do Exército durante o governo de José Sarney e que morreu em 2015), nós estamos a serviço da vontade da população brasileira”, enfatizou o chefe do Executivo durante a sua fala.

Relacionados:  Bolsonaro demite secretário da Casa Civil que utilizou avião da FAB: “Inadmissível"

Bolsonaro postou o vídeo da sua fala nas redes sociais. Durante o discurso, ele prestou condolências à mãe de Chaves e a outros familiares do soldado. “Senhores pais, senhora Aline. A sua dor é a dor de todos nós. Mas temos a certeza que o Deus pai todo misericordioso já o acolheu. Ele está entre nós”, disse.

“Nós, pais e mães, damos as nossas vidas pelos nossos filhos. O momento é difícil, de consternação e de reflexão. De onde viemos, para onde iremos nessa nossa rápida passagem pela Terra”, completou.

 

Com informações do CB