PM registra atos de vandalismo e usa bombas de efeito moral para dispersar “manifestantes” Anti-Bolsonaro

Um grupo de manifestantes ‘ANTIFA’ que havia participado de ato contra o presidente Jair Bolsonaro entrou em confronto com a Polícia Militar de SP no início da noite deste domingo (7), na região de Pinheiros, em São Paulo.

O grupo de manifestantes pela “democracia” foi dispersado pela tropa de choque da PM com bombas de efeito moral.

O ato ocorreu entre 14h e 16h no Largo da Batata, de onde parte dos manifestantes saiu em caminhada pelos ruas da região de Pinheiros.

Com bombas de efeito moral, a manifestação foi dispersada pela polícia.

A tropa de choque da PM não deu folga para os mais exaltados e seguiu por duas quadras para dissipar os militantes.

Relacionados:  Brasileiros no Japão também farão manifestação: "A gente quer ver um país melhor, mesmo morando fora"

Pelas redes sociais, a Policia divulgou imagens de depredação:

A PM queria evitar que o grupo seguisse para a avenida Paulista, onde ocorreria um ato a favor do presidente Bolsonaro.

Antes mesmo do início dos atos contra Bolsonaro, a PM chegou a prender dois homens com coquetéis molotov.