Militante que rasgou bandeira do Brasil em manifestação ‘anti-Bolsonaro’ é indiciado pela Polícia em Curitiba

bandeira

Um jovem de 24 anos foi indiciado por dano ao patrimônio público e associação criminosa por rasgar a bandeira do Brasil, hasteada em frente ao Palácio Iguaçu, em uma manifestação em Curitiba na última segunda-feira (1), destaca o site Paraná Portal.

O ato, inicialmente divulgado como uma manifestação contra o racismo, se tornou um desagravo contra o governo Bolsonaro e envolveu depredação, violência, confronto com a PM e queima da bandeira nacional.

O jovem foi ouvido pela polícia nesta sexta-feira (5) e se for condenado poderá pegar até 5 anos de prisão.

A PCPR (Polícia Civil do Paraná) chegou até ele através de análise de imagens de câmera de segurança e fotos e vídeos publicadas na mídia. O suspeito de ‘atear’ fogo na bandeira também foi encontrado pela Polícia, mas é adolescente e foi encaminhado à ‘delegacia do adolescente’.

Relacionados:  Maia classifica como ‘absurdo’ projeto rotulando ANTIFA como grupo terrorista

O rapaz, que aparece mascarado, no momento em que a bandeira é rasgada, confessou ser o autor da ação.

Em depoimento disse que queria um “souvenir” da manifestação.