Governo Federal entrega 21 obras de infraestrutura mesmo durante a pandemia

Tarcisio

Não é só o programa de concessões do Governo Federal que vem se destacando nos planos de desenvolvimento da infraestrutura do país. As obras executadas pelas autarquias e empresas públicas federais também não param, mesmo com a crise do coronavírus. Desde março até agora, o Ministério da Infraestrutura vem realizando quase duas entregas por semana. Foram 21 obras em 90 dias, no período da pandemia.

“Desde março nos adaptamos para garantir a continuidade das obras públicas do Governo Federal e estamos conseguindo cumprir o nosso cronograma. Aproveitamos que o setor de construção já tem costume no uso de EPIs e criamos mais medidas de prevenção no transporte, nos alojamentos e nos refeitórios. Cumprimos a nossa missão de integrar o país e dar mais dignidade a todos os brasileiros, além de gerar empregos”, afirmou o ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

A lista inclui 202,6 quilômetros de duplicação, pavimentação ou restauração em rodovias federais, além de inaugurações nos aeroportos de Fortaleza (CE) e Navegantes (SC), bem como ampliação do Terminal de Contêineres do Porto de Salvador. Houve ainda inauguração de um IP4 (porto para pequenas e médias embarcações) em Parintins, no Amazonas.

Nestes três meses, o Ministério da Infraestrutura também assinou o contrato de prorrogação da ferrovia Malha Paulista, com investimento de R$ 6 bilhões; intensificou, junto com o Exército, as obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e enviou ao Tribunal de Contas da União (TCU) projetos de concessão de outras duas grandes rodovias, estratégias para o escoamento e competitividade do país no exterior (BR-153/080/414/GO/TO e BR-163/230/MT/PA).

Além disso, o Ministério da Infraestrutura é responsável pela operação especial para trazer da China 960 toneladas de máscaras cirúrgicas e N95 compradas pelo Ministério da Saúde para combate à Covid-19. Já chegaram 12 dos 40 voos com 66 milhões de máscaras (365 toneladas) de um total de 240 milhões de unidades que serão destinados aos estados.

Relacionados:  Cientista descobridor do HIV afirma que COVID-19 foi criado em laboratório chinês

Relação das obras entregues no período da pandemia:

1. BR-101/SE – 9 km de duplicação
2. BR-381/MG – 21 km de duplicação
3. Nova sala de embarque do Aeroporto de Navegantes/SC
4. Construção de IP4 de Parintins/AM (Vila Amazônia)
5. BR-101/BA – 15km de duplicação
6. BR-367/MG – Adequação de Ponte
7. BR-116/RS – 27 km de duplicação
8. BR-080/GO – 8 km de adequação
9. Ampliação do Aeroporto de Fortaleza/CE
10. PBR-163/PR – 8,3 km de duplicação
11. Ampliação do TECON Salvador/BA
12. BR-392/RS – 6,5 km de duplicação
13. BR-432/RR – 48,8 km de pavimentação
14. BR-470/SC – 7 km de restauração
15. BR-470/SC – 2 km de pavimentação
16. BR-364/MT – 3 km travessia urbana de Rondonópolis
17. BR-158/MS – Alargamento de pontes
18. BR-304/RN – Alargamento e recuperação de Ponte
19. BR-262/MS – 15 km de restauração
20. Arrendamento de cais pesqueiro no Porto de Fortaleza/CE
21. BR-230/PA – 32 km de pavimentação

Com informações do Ministério da Infraestrutura.