Deputada Tábata Amaral diz que é “inadmissível” classificar movimentos ‘ANTIFA’ como grupos terroristas

antifa

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) afirmou, através das redes sociais que é “inadmissível” classificar os movimentos ANTIFA como uma organização terrorista.

A parlamentar do PDT paulista afirmou:

“Protocolei uma representação contra o dep. do PSL, Daniel Silveira. Além de ofender a honra e dignidade de outros parlamentares, ele protocolou um PL que classifica grupos antifascistas como terroristas. Isso é inadmissível, sobretudo agora com a escalada autoritária do governo.”

A proposta do Deputado Daniel Silveira se deu após atos de violência que aconteceram domingo em São Paulo liderados por movimentos ligados a esta ramificação da esquerda e torcidas organizadas.
Em Curitiba, os grupos também causaram prejuízos na noite de segunda-feira.

No último domingo (31), o presidente norte-americano Donald Trump afirmou que “os Estados Unidos da América designarão a ANTIFA como uma organização terrorista.”, Bolsonaro repercutiu a proposta de Donald Trump.

Relacionados:  Militante que rasgou bandeira do Brasil em manifestação 'anti-Bolsonaro' é indiciado pela Polícia em Curitiba