Deputados do PT protocolam impeachment do general Heleno

General Heleno

Deputados petistas protocolaram nesta segunda-feira, no STF, um pedido de impeachment do ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general do Exército Augusto Heleno.

O pedido foi protocolado três dias depois de o general afirmar que era inaceitável o ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, solicitar avaliação da Procuradoria-Geral da República para apreender o celular do presidente da República, Jair Bolsonaro. De acordo com Heleno, a decisão favorável à apreensão “poderá ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”.

Oficiais da reserva e o próprio Ministro da Defesa afirmou que a nota tem apoio dos militares.

Assinam o pedido de impeachment os deputados Rogério Correia (PT-MG), Margarida Salomão (PT-MG) e Célio Moura (PT-TO).

Relacionados:  A vida boa de Dilma e seus aspones marajás

De acordo com Margarida Salomão, “o que Heleno faz é provar sua incapacidade intelectual e política”. “Reage a um mero ofício do STF com uma ameaça clara à democracia, uma nota de conteúdo gravíssimo e inaceitável. Nos lembra tempos antigos em que o general Augusto Heleno, mais jovem e de patente mais baixa, era chefe de gabinete de outro general linha dura da ditadura militar, Sylvio Frota”, afirmou a petista.