Ministério da Saúde recomendará Cloroquina para casos leves no início dos sintomas

General

“O objetivo é iniciar o tratamento antes do seu agravamento e necessidade de utilização de UTI (Unidades de Terapia Intensiva). Assim, o documento abrangerá o atendimento aos casos leves, sendo descritas as propostas de disponibilidade de medicamentos, equipamentos e estruturas, e profissionais capacitados”, afirma o texto.

A Medida que amplia o uso do remédio foi anunciada após saída de Teich.

Segundo o órgão, as orientações buscam dar suporte aos profissionais de saúde do SUS (Sistema Único de Saúdel) e acesso aos usuários mais vulneráveis “às melhores práticas que estão sendo aplicadas no Brasil e no mundo”. Atualmente, o medicamento é utilizado em pacientes graves, com menor chance de recuperação.

Médicos e pesquisadores ainda divergem sobre a eficácia total do fármaco contra o Coronavírus, mas o remédio vem sendo utilizado com sucesso em vários países e inclusive no país, “O melhor resultado é na fase inicial da doença. Infelizmente esses pacientes [que morreram] tomaram hidroxicloroquina, mas iniciaram numa fase avançada. O início da dose de cada medicação que você faz para um paciente é fundamental para o sucesso da terapêutica”, afirmou o diretor do Prevent Sênior, plano de saúde que administra hospitais que têm tratado idosos com a covid-19.

Relacionados:  Mais de 125.000 pessoas estão recuperadas do Covid-19 no Brasil