Governo Doria gasta R$14 milhões em aventais e deputados pedem apuração pelo TCE

Doria

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo gastou, no dia 23 de abril deste ano, R$ 14,1 milhões com aventais descartáveis. Os equipamentos foram destinados aos profissionais que trabalham no combate à covid-19. Contudo, foram adquiridos sem licitação.

A informação é do site O Antagonista.

Há uma denúncia a respeito, protocolada pelos deputados estaduais Sargento Neri, Coronel Telhada e Márcio Nakashima. Os três foram à casa do empresário que vendeu os aventais para averiguar. Questionado, o empresário disse que a fabricação dos aventais foi terceirizada para quatro oficinas de costura. No entanto, se negou a fornecer os endereços.

“O Sr. Marcelo, proprietário, informou que já foram entregues entre 10.000 e 12.000 unidades, não sabendo precisar ao certo, onde a entrega está sendo feita. O proprietário negou a apresentação do contrato, endereço das oficinas e as Notas Fiscais de aquisição da matéria prima. O proprietário, Sr. Marcelo, informou que tratou com várias pessoas na Secretaria de Saúde, mas se recorda apenas do nome Cristiano”, diz a acusação dos deputados.

Relacionados:  Doria quer R$ 1,9 bilhão do governo federal para produzir vacina chinesa

Os parlamentares estaduais ressaltam ainda que a empresa tem apenas três anos de existência, não possui expertise “na confecção” de aventais descartáveis e seu capital social (R$ 20 mil) é incompatível com o valor da compra.

Com informações do’Antagonista e Jornal de Brasília