Moro diz que vai apresentar provas contra Bolsonaro no STF

Sergio Moro

Em entrevista à Revista VEJA, O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro garantiu que irá apresentar ao STF (Supremo Tribunal Federal) provas para comprovar as acusações que fez contra o presidente Jair Bolsonaro ao anunciar sua saída do governo.

“Esclarecimentos adicionais farei apenas quando for instado pela Justiça. As provas serão apresentadas no momento oportuno, quando a Justiça solicitar”, afirmou Moro

O decano Celso de Mello, relator do processo que envolve as falas de Moro contra Bolsonaro no STF, determinou nesta quinta-feira que a Polícia Federal ouça o ex-ministro no prazo de até cinco dias.

Na manifestação, o decano da Suprema Corte pede que Moro apresente “manifestação detalhada sobre os termos do pronunciamento, com a exibição de documentação idônea que eventualmente possua acerca dos eventos em questão”.

Relacionados:  Governo já entregou quase 3 milhões de comprimidos de cloroquina aos estados

Ao pedir demissão do governo Bolsonaro, Moro afirmou que a exoneração de Maurício Valeixo, indicado por ele para o comando da PF, teve o objetivo de interferir nas investigações do órgão e na independência da instituição.

“Não é questão do nome, há outros delegados igualmente competentes. O grande problema é que haveria uma violação à promessa que me foi feita, de ter carta branca, não haveria causa e estaria havendo interferência política na PF, o que gera abalo na credibilidade”, afirmou o ex-juiz da Lava Jato na ocasião