Celso de Mello manda PF ouvir Moro em até 5 dias sobre suas declarações a respeito de Bolsonaro

Moro Celso

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello determinou que a Polícia Federal ouça o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro num prazo de cinco dias, destaca o Portal G1.

Ele deverá prestar depoimento sobre as acusações de que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir no trabalho da PF ao tirar o delegado Maurício Valeixo, indicado por Sergio Moro e indicar o delegado Alexandre Ramagem.

Na última terça (28), Celso de Mello tinha determinado que o depoimento fosse colhido em até 60 dias. O inquérito, que foi autorizado pelo STF, vai investigar se as acusações de Moro são verdadeiras. Se não forem, o ex-ministro poderá responder na Justiça por denunciação caluniosa e crimes contra a honra.

O pedido de redução do prazo foi enviado ao STF na tarde de quinta por três parlamentares de oposição: o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e os deputados Tabata Amaral (PDT-SP) e Felipe Rigoni (PSB-ES).

Relacionados:  Aprovação do governo de Bolsonaro cresce, aponta pesquisa FSB/VEJA

“A diligência ora determinada deverá ser efetuada pela Polícia Federal, no prazo de 05 (cinco) dias, consideradas as razões invocadas pelos Senhores parlamentares que subscrevem, juntamente com seus ilustres Advogados, a petição a que anteriormente me referi”, definiu o decano Celso de Mello.