Doria diz a Bolsonaro: “Saia do mundinho do ódio”

Doria e Bolsonaro

Em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, o governador de São paulo, João Doria (PSDB) fez críticas ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido)

“Eu posso enumerar, presidente Jair Bolsonaro, algumas atitudes que o senhor já deveria ter tomado como presidente da República e não adotou. Esta é a resposta do ‘fazer o quê?’ É fazer aquilo que o senhor não fez.”, afirmou.

“Começando por respeitar os brasileiros que o elegeram presidente da República e os que não o elegeram também. Respeitando pais, mães, avós, parentes e amigos que perderam sua vida no Brasil pelo coronavírus. O coronavírus que o senhor classificou de uma ‘gripezinha’.”, acrescentou.

“Saia da redoma de Brasília. Se não quiser visitar São Paulo vá a Manaus, presidente. Vai ajudar o governador e o prefeito de lá, no mínimo, estando presente para ver a realidade do seu país e não a sua realidade do estande de tiro onde foi ontem celebrar enquanto choramos mortes de brasileiros. Saia da bolha, da fábula e do mundinho do ódio. Percorra hospitais e seja solidário com a realidade do seu país.”, concluiu.

Relacionados:  Arábia Saudita anuncia investimento de R$ 40 bilhões no Brasil