Governo suspende visitas em presídios federais por 30 dias

Moro

O Depen (Departamento Penitenciário Nacional), subordinado ao Ministério da Justiça controlado por Sergio Moro, suspendeu por 30 dias as visitas, os atendimentos de advogados, as atividades educacionais, de trabalho, as assistências religiosas e as escoltas realizadas nas Penitenciárias Federais. O objetivo é controlar e frear as infeções da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus dentro do sistema carcerário.

A portaria, que entra em vigor imediatamente, foi assinada pelo diretor do sistema penitenciário federal, Marcelo Stona, e publicada no Diário Oficial da União.

De acordo com o texto da entidade, as penitenciárias federais deverão adotar as providências necessárias para promover o máximo isolamento dos presos mais velhos que 60 anos ou com doenças crônicas durante as movimentações internas nos estabelecimentos –eles fazem parte do grupo de risco da doença.

Relacionados:  Gleisi diz que levantamento do PT aponta que “Reprovação de Moro chega a 91% nas redes”

Com informações do site Poder 360.