“Enquanto eu for presidente, não haverá aborto”, diz Bolsonaro

Bolsonaro chuva

O presidente da República, Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (23) que enquanto for presidente “não haverá aborto” no Brasil. A liberação do aborto nos casos de grávidas infectadas pelo zika vírus está sendo estudada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O julgamento estava previsto para começar nesta sexta-feira (24) mas ainda não há confirmação se o tema será analisado pelo STF.

No Palácio da Alvorada, o presidente parou para falar com apoiadores e ouvir um coral de crianças coordenadas pelo padre polonês Pedro Stepien. As crianças cantaram uma música religiosa e fizeram um pedido ao final: “Senhor presidente, temos um pedido para o senhor, não queremos aborto”.

“Enquanto eu for presidente, não haverá aborto”, respondeu Bolsonaro de forma enfática. O presidente recebeu das crianças miniaturas de fetos e, após ouvir mais uma música religiosa contra o aborto, respondeu: “muito bom começar o dia assim”. Antes de seguir para o Planalto, o presidente também aceitou uma escultura feita e presenteada por um apoiador.

Relacionados:  “Não queremos o risco de virar Venezuela”, diz Guedes ao lado de Bolsonaro no STF

No último sábado, dia 18, o presidente Bolsonaro desceu a rampa do Palácio do Planalto e conversou com um grupo que protestava contra o aborto. Na ocasião, ele também recebeu um quadro de Jesus e uma bandeira que dizia “Brasil Vivo Sem Aborto”.

Com informações da Istoé